terça-feira, 31 de maio de 2011

Eu Sou o Mensageiro - Markus Zusak

   Uma carta de baralho, um ás, é entregue a um jovem de 19 anos, taxista, chamado Ed. Apesar de estranho o acontecimento, ainda mais estranho está o fato de que na carta constam três endereços. Sem saber o que fazer com eles, ele começa a tentar solucionar o quebra-cabeças. O que descobre não o anima muito: precisa ajudar as pessoas a quem a carta se refere, fazendo-as se sentirem melhores. O que em alguns casos é muito fácil, em outros acaba se tornando difícil: ajudar uma senhora idosa, fazendo-se passar por um antigo namorado dela até que é bem fácil se comparado ao fato de que precisa enfrentar um pai de família que estupra a mãe na frente da filha pequena.
  Essas e outras tarefas Ed precisa executar. E quando as de uma carta estão cumpridas, chega outra pelo correio, de uma naipe diferente. Até onde vai essa brincadeira? Quem é responsável por transformá-lo em um mensageiro? Estas e outras perguntas tentam ser respondidas durante o livro, que chega a um final bem inusitado, pode-se dizer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aquaman

Arthur Curry é o fruto de um amor improvável: um romance entre um humano e a rainha do reino perdido de Atlântida (Atlanna). Apesar d...